VLT inaugura segunda linha em fevereiro

VLT inaugura segunda linha em fevereiro

A segunda linha do VLT, entre a Saara e a Praça Quinze, que não ficou pronta a tempo da Olimpíada, conforme previsto, deverá ser inaugurada na segunda semana de fevereiro. Ontem, o presidente da concessionária VLT Carioca, Rodrigo Tostes, se reuniu com o vice-prefeito e secretário municipal de Transportes, Fernando Mac Dowell, para acertar os detalhes do início da operação. De acordo com Tostes, assim como na inauguração da primeira linha, nos primeiros sete dias os passageiros não precisarão pagar passagem. O novo trecho terá quatro estações: Praça Quinze, Rio Branco, Praça Tiradentes e Saara.

- A gente quer que as pessoas se acostumem a usar o VLT nesse novo percurso. Depois de sete dias, começaremos a operação comercial, funcionando das 6h à meia noite, com intervalos de 15 minutos. Queremos operar de forma bastante segura para o carnaval - afirmou Tostes, que também apresentou ontem uma pesquisa inédita encomendada pela concessionária ao Ibope Inteligência.

O estudo, realizado entre os dias 26 de novembro e 2 de dezembro, revela que o conforto e a limpeza do VLT são os pontos mais elogiados pelos passageiros, enquanto o tempo de espera e as orientações sobre o uso do meio de transporte são os mais criticados. De modo geral, o serviço é aprovado por 88% dos passageiros, segundo a pesquisa. Foram entrevistadas 600 pessoas, tanto nas estações quanto dentro dos vagões.

A maior parte dos entrevistados é do sexo masculino (55%), tem entre 25 e 44 anos (55%), possui ensino superior completo (49%) e ganha até cinco salários (49%) - a classe social preponderante é a B, com 60%, de acordo com a pesquisa.

Número de passageiros no sistema salta de 25 mil para 35 mil por dia

Inaugurado no dia 5 de junho, o VLT está prestes a bater a marca de 5 milhões de passageiros transportados. O pico foi durante os Jogos Olímpicos, em agosto, quando transportou 60 mil pessoas por dia. Com 17 estações e funcionando diariamente das 6h à meia-noite, o VLT tem hoje um intervalo médio de 15 minutos e tempo médio de percurso de 32 minutos, considerando os dois sentidos, de acordo com a concessionária.

- Nas últimas duas semanas, saímos de 25 mil para 35 mil passageiros transportados por dia. É algo que não imaginávamos que iria acontecer devido à redução da quantidade de pessoas trabalhando no Centro. Os turistas, no entanto, mais do que dobraram nestas duas últimas semanas, confirmando o boulevard olímpico como um grande destino turístico no Rio - afirmou o presidente do VLT Carioca, Rodrigo Tostes.

Segundo ele, a concessionária tem trabalhado para resolver os problemas de operação.

- Temos melhorias a fazer. Como o aperfeiçoamento do sistema de vendas do cartão, que é um problema que estamos tentando corrigir com a Riocard.

Fonte: Jornal O Globo - 18/01/2017