• Homepage
  • >
  • Creci
  • >
  • OUTUBRO ROSA: principais informações sobre o combate ao Câncer de mama

OUTUBRO ROSA: principais informações sobre o combate ao Câncer de mama

Durante o mês de outubro é celebrado o movimento conhecido como Outubro Rosa. Essa ação nasceu nos Estados Unidos, na década de 90 para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. Atualmente várias empresas, órgãos e até monumentos públicos participam do movimento Outubro Rosa ao redor do mundo. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, sendo o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Somente no ano de 2013, o número de mortes registradas foi de 14.388, sendo 181 homens e 14.207 mulheres. Durante muito tempo foi preconizado o autoexame das mamas como a principal forma de detectar precocemente a doença. Porém, quando o tumor consegue ser apalpado, já não está mais no estágio inicial e as chances de cura não são máximas. Por isso, o INCA não estimula o autoexame das mamas como MÉTODO ISOLADO de detecção precoce do câncer de mama. A recomendação é que o exame das mamas pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo. É necessário também que se consulte regularmente um ginecologista. O câncer de mama não é uma doença que pode-se prevenir devido à variação dos fatores de risco e as características genéticas que estão envolvidas. Entretanto, algumas medidas podem ser adotadas para reduzirem as chances da doença. • Controle do peso – Manter uma dieta equilibrada e prática regular de exercícios físicos é uma recomendação básica para prevenir o câncer de mama, já que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolver a doença. • Bebidas alcoólicas - A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contraindicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor. • Estresse - Mulheres que vivem uma rotina muito agitada e estressante têm quase o dobro de chances de desenvolver câncer de mama, quando relacionada a outros fatores de risco. Técnicas de respiração, meditação e relaxamento, praticadas em Tai Chi e ioga, ajudam a controlar o estresse e a ansiedade. • Mamografia - A maioria das mulheres devem começar a fazer mamografias anualmente após os 40 anos. Fazer a mamografia anualmente em idade adequada pode reduzir a morte por câncer de mama em até 30%. Por isso, cuide-se. Visite seu médico regularmente, seu corpo é seu templo.