Marketing Imobiliário em 6 passos

Você sabe aplicar o marketing ao mercado imobiliário? Conhece os conceitos de 4P’s, segmentação de público-alvo, planejamento e execução de marca e agregar valor no relacionamento com o cliente? São conceitos que por mais simples que possam parecer, são peças-chave para agregar valor à marca e conquistar consequentemente novos clientes. Separamos em 6 tópicos áreas importantes de como o marketing pode ser implantado no mercado imobiliário, com base no artigo do PHD Álvaro Monteiro. 1. Conceito No primeiro parágrafo, o autor dá introdução a dois conceitos que se complementam na hora da construção política de marca, de produtos construídos, de carteira de bens imobiliários – terrenos  ou edifícios, de políticas de serviço e estratégia comercial. O primeiro é o marketing operacional, em que o vendedor tem a função de agregar conhecimento e valor juntamente com o cliente sobre as qualidades do bem imobiliário dar a conhecer a valorizar junto de compradores potenciais as qualidades distintivas reivindicadas pelos bens imobiliários oferecidos, reduzindo os custos de prospecção dos compradores. O segundo é o marketing estratégico traz uma visão mais ampla, em que você analisa necessidades do mercado (utilizando-se de características de construção, habitabilidade, localização, entre outros) destinado a grupos de compradores específicos. Análise do mercado e desenvolvimento de conceitos de produtos imobiliários. Compradores específicos e que apresente qualidades distintas que os diferenciam dos concorrentes.  2. Segmentação de mercado Conhecer seu público-alvo é fundamental para ter base na hora de ter um posicionamento ou realizar qualquer ação de marketing. E para saber se organizar diante das possibilidades, a divisão em três segmentos-base pode tornar a definição de diretrizes mais fácil. São elas: Tipo de utilização; Tipos de localização; Tipo de cliente-alvo. Portanto, é a partir da aplicação destes critérios que se considera a existência dos 3 segmentos de mercado imobiliário. Negócio: agrícola, comercial, industrial e escritórios; Residencial; Lazer/Hotéis. 3. Administração de Marketing Os famosos 4 P’s aqui tomam dimensões diferentes para o mercado imobiliário. O Produto: aborda conceitos de Localização – ambiente e espaços envolventes, acessibilidades, infra-estruturas básicas e de lazer.  Conceito arquitetônico – estilo, funcionalidade, inovação.  Tipo construtivo-materiais, acabamentos, inovação tecnológica.  Imagem – status social, presença inovadora. Preço: é o posicionamento, a identidade e todo o seu resultado e futuro econômico do que está em jogo. Os aspectos que têm a ver diretamente com os especialistas de marketing imobiliário estão  essencialmente no âmbito do valor percebido que o comprador está disposto a pagar para adquirir um conjunto de atributos distintivos, uma personalidade, uma imagem ou um retorno a obter pelo seu dinheiro investido. Ponto de Venda (Localização): A perspectiva aqui não seria do local da empresa, mas sim da localização dos imóveis que toma a verdadeira importância do terceiro “P”. Essa questão influencia a escolha do piso (pavimento), da fracção, da posição da loja, da tomada de decisão da escolha da área para o negócio ou armazém, do quarto do hotel, a variável localização condiciona as opções do comprador. Promoção (Divulgação) - Para quem vamos emitir? - O que queremos alcançar? - Que reação queremos provocar? São perguntas que norteiam qualquer briefing de uma campanha publicitária. A imagem e posicionamento da empresa também contribuem no embasamento do conteúdo de um propaganda, que linguagem será feita e que mídias serão exploradas para tal.  4. Planejamento Confira abaixo 6 questões-chave que todo diretor de planejamento deve realizar em um empreendimento. Qual é o segmento de referência para a empresa e qual a missão estratégica da empresa no segmento? Nesse segmento de referência, qual a diversidade nos produtos – segmento de mercado e quais os posicionamentos susceptíveis de serem adotados? Quais os atrativos intrínsecos dos produtos-segmento de mercado e quais as oportunidades e ameaças do seu ambiente? Por cada produto/segmento de mercado, quais as competências da empresa, as suas forças e fraquezas e o tipo de vantagem concorrencial detida? Qual a estratégia de cobertura do serviço imobiliário e de desenvolvimento a adoptar e qual o nível de ambição estratégica definida para os produtos – segmento de mercado que fazem parte do portfolio da empresa? Como traduzir os objetivos estratégicos definidos ao nível de cada uma das ferramentas do composto de marketing produto, localização, preço, comunicação, conveniência, sensibilidade e serviço? 5. Gestão de Marketing Orçamento, Calendário e Marketing Mix definidos são essenciais para realizar uma gestão adequada do início de qualquer empreendimento. O especialista de marketing imobiliário tem agora de transpor os objetivos e as estratégias para ações concretas, a serem levadas a cabo num dado período de tempo. Todos os planos têm de degenerar em trabalho. O que significa estabelecer datas para a campanha de publicidade, para as promoções de vendas, para a participação em exposições e feiras do imobiliário e para lançamento de novos produtos.  6. Marketing Digital Não adianta seu produto ter a melhor localização, as melhores condições de pagamento ou ser líder de qualidade se as pessoas que estão procurando o melhor imóvel não saberem que você está no mercado para isso. E a internet é o primeiro lugar onde as pessoas procuram ofertas de imóveis. Para isso que serve o Marketing Digital: utilizar técnicas e ferramentas para posicionar a sua marca de maneira mais conveniente para o internauta. A abordagem utilizada no ambiente digital é diferente do que usada no marketing tradicional. As vantagens do investimento no marketing digital é que praticamente todas as ferramentas utilizadas são mensuráveis, ou seja, você tem controle total do ROI e pode mudar o direcionamento de campanha no momento que quiser. É um meio instantâneo que podem ser trabalhados de curto a longo prazo e que é indicado para o setor imobiliário, já que o possível comprador de imóvel costuma “namorar” por um bom tempo várias ofertas na internet antes de começar a visitar os lugares pra fechar negócio.   Fonte: DigitalImob

Warning: file_put_contents(/home/crecirj/web/creci-rj.gov.br/public_html/wp-content/uploads/essential-addons-elementor/a35ce3ca0.min.js): failed to open stream: Permission denied in /home/crecirj/web/creci-rj.gov.br/public_html/wp-content/plugins/essential-addons-for-elementor-lite/includes/Traits/Generator.php on line 282