Hipertensão arterial

É conhecida como pressão arterial a força que o sangue exerce sobre as paredes das artérias. No geral a pressão é mais alta quando o coração bombeia o sangue, no entanto, um nível elevado de pressão neste momento pode determinar que a pessoa sofra de hipertensão, uma das doenças mais frequentes nos homens.

A hipertensão arterial é uma condição que quase não apresenta sintomas, o que a torna uma doença muito perigosa, porque quando a pressão está muito alta e não é controlada a pessoa pode sofrer derrame cerebral, infarto do miocárdio e insuficiência cardíaca ou renal. O controle desta patologia com medicamentos e uma alimentação saudável com baixo teor de sal é imprescindível.

Biologicamente os homens têm mais chances de terem doenças cardiovasculares do que as mulheres, juntando isso com a falta de exames preventivos e a falta de cuidados com a saúde, temos uma grande causa da mortalidade dos homens por esse tipo de doenças.

Causas:
A hipertensão arterial primária não tem uma causa claramente identificada, mas os seus principais fatores de risco são bem conhecidos:
– Etnia negra;
– Obesidade;
– Elevado consumo de sal;
– Consumo de álcool;
– Sedentarismo;
– Colesterol alto;
– Apneia obstrutiva do sono;
– Tabagismo;
– Diabetes Mellitus.

Os valores da pressão arterial são classificados da seguinte maneira:
Pressão arterial normal: valores menores ou iguais a 120/80 mmHg
Pré hipertensão: valores entre 121/81 – 139/89 mmHg
Hipertensão grau I: valores entre 140/90 – 159/99 mmHg
Hipertensão grau II: valores maiores ou iguais a 160/100 mmHg

Sintomas:
Não existe um sintoma típico que possa servir de alarme para estimular a procura por um médico. Um dos grandes problemas da hipertensão arterial é o fato desta ser assintomática até fases muito avançadas da doença.

Em mais de 90% dos casos, a hipertensão arterial é uma doença silenciosa, que pode estar presente durante anos sem provocar nem sequer um sintoma.
Quando os sintomas ocorrem, geralmente estão relacionados a crises hipertensivas, com aumentos importantes e súbitos da pressão arterial, situações que não são frequentes na maioria dos pacientes hipertensos.

Portanto, se você não mediu sua pressão arterial recentemente, é impossível estimar o seu valor. E se você não mede sua pressão arterial de tempos em tempos, pode estar sofrendo lesões de órgãos nobres, que levarão no futuro a doenças graves.

Prevenção:
A primeira forma de prevenção é fazer o acompanhamento dos índices da PA, principalmente se pais, avós ou outros parentes próximos também tenham hipertensão.

Outras dicas para uma vida mais saudável:
Pratique exercícios físicos: uma simples caminhada de 20 minutos, três a cinco vezes por semana;
Evite alimentos muito gordurosos, frituras, doces e muito salgados;
Evite ingerir bebidas alcoólicas. Elas baixam a pressão e quando se unem aos efeitos dos medicamentos podem causar complicações;
O fumo também é grande agravador do aumento da pressão arterial. Por isso, o indicado é parar de fumar;
Evite o estresse, ele pode dificultar o controle da pressão;
Não interrompa o tratamento com remédios, sem a orientação do médico de confiança.