• Homepage
  • >
  • Creci
  • >
  • Fiscal do Creci-RJ é eleito campeão nacional de produtividade de 2015

Fiscal do Creci-RJ é eleito campeão nacional de produtividade de 2015

Limão1

Marcus Limão também ganhou o troféu de produtividade regional

Na última sexta-feira, 29 de abril, durante a plenária do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) no Hotel Othon, em Copacabana, o chefe do setor de Fiscalização do Creci-RJ, Marcus Vinícius Limão, recebeu duas premiações.

A Diretoria Nacional de Fiscalização (Dinaf), órgão do Cofeci, condecorou o fiscal fluminense com os troféus de Campeão de Produtividade Regional 2015 (Sudeste) e Campeão de Produtividade Nacional 2015, com 9.397,5 pontos. O segundo colocado, do Rio Grande do Sul, obteve 8.527 pontos.

O relatório geral do ano de 2015 elaborado pela Dinaf é alimentado mensalmente pelos Conselhos Regionais e engloba dados da Fiscalização, Jurídico e Secretaria. A atenção especial que o Cofeci vem dando à Fiscalização tem trazido excelentes resultados, devidamente comprovados através dos números.

A premiação acontece por meio de um sistema simples e transparente de pontuação que permite um controle diário do trabalho externo de cada agente fiscal em todo o Brasil, homenageando aqueles que mais se destacam em produtividade nos seus Regionais através do reconhecimento público.

De acordo com Marcus Limão, que desde 2010 está entre os melhores fiscais de todos os Conselhos do Brasil, garantindo o primeiro lugar desde 2012, o reconhecimento é fundamental para o desenvolvimento dos trabalhos do departamento.

- É muito gratificante esse prêmio, pois mostra o trabalho que realizamos dentro do Conselho. Esse prêmio é de todos os fiscais. Agora não poderei mais pontuar, pois estou trabalhando internamente. Mas espero que o próximo prêmio continue com o Creci-RJ.

Desde o início da atual gestão, em 2013, Manoel da Silveira Maia, presidente do Creci-RJ, destaca a importância da Fiscalização para o Conselho:

– Desde que assumimos a administração do Creci-RJ nosso objetivo maior era elevar a profissão de corretor de imóveis a patamares antes nunca vistos. E essa premissa passa por, principalmente, ter uma fiscalização forte e atuante. Essa premiação mostra que estamos investindo pesado no setor e estamos nos destacando em nível nacional.

De acordo com o relatório, no ano de 2015, 18.753 novos corretores de imóveis entraram no mercado brasileiro, o que representa 5,6% a mais que no ano anterior. Com relação à fiscalização o número de destaque fica por conta das atuações por exercício ilegal, um total de 16.312 documentos lavrados.