• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Demolição de último trecho da Perimetral começa no sábado

Demolição de último trecho da Perimetral começa no sábado

O início do fim do último trecho do Elevado da Perimetral, construído na década de 1950 e aberto em 1960, já tem data e hora: sábado, a partir das 8h começa a remoção dos 650 metros restantes da via, entre o estacionamento da Rodoviária Novo Rio e a Avenida Professor Pereira Reis. Somado à parte que ainda está em processo de demolição na Praça XV, o pedaço representa pouco mais de um quilômetro dos 4.790 metros da Perimetral. Para o final dos trabalhos, a prefeitura terá que interditar as duas pistas da Avenida Rodrigues Alves, no Santo Cristo. O fechamento viabilizará a execução das obras de remoção da estrutura e a implantação de novas redes de água, saneamento, drenagem, energia, gás natural, telecomunicações e iluminação pública. A previsão é que o trecho seja reaberto no segundo semestre de 2015. As obras fazem parte do novo plano de mobilidade urbana da prefeitura para a Zona Portuária, que contará com uma nova via expressa, com 5.050 metros de extensão - sendo 2.890 metros em túnel -, no local da estrutura derrubada. A Perimetral foi considerada, na época de sua construção, uma das mais importantes vias da cidade. - A remoção desse trecho é importante para continuarmos avançando com as obras da via expressa e cumprirmos o cronograma de entrega - explica Alberto Silva, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), responsável pela operação urbana do projeto de revitalização da área, o Porto Maravilha. Como a pista da Avenida Rodrigues Alves sentido Centro será interditada, o tráfego proveniente da Avenida Brasil somente poderá entrar na região através da rodoviária, pela Rua Comandante Garcia Pires e, depois, pela Rua Santo Cristo. Além dessa opção, veículos poderão acessar a pista lateral da Avenida Francisco Bicalho, no sentido Centro. Já com a interdição da pista da Rodrigues Alves sentido Avenida Brasil, os veículos que vêm do Centro pela Via Binário do Porto e dobram à direita na Professor Pereira Reis para acessar a Avenida Rio de Janeiro não terão mais essa alternativa. Eles deverão seguir em frente na Via Binário do Porto até a alça de subida para o Viaduto do Gasômetro, após a rodoviária. Quem vier da Ponte Rio-Niterói deverá se manter no Viaduto do Gasômetro. Em novembro de 2013 foi implodido o primeiro trecho da Perimetral, 1.050 metros, entre as ruas Professor Pereira Reis e Silvino Montenegro. Em fevereiro deste ano, a prefeitura começou a segunda etapa do processo de remoção da via com a retirada de 1.163 metros, da Praça Mauá à Avenida General Justo. A técnica escolhida foi o desmonte, quando a estrutura é removida em partes. Já a terceira etapa, em abril deste ano, implodiu cerca de 300 metros do viaduto - que ficavam na altura da Praça Mauá, entre o prédio da Superintendência da Polícia Federal e do 1º Distrito Naval. A operação especial de trânsito que começa no sábado, com implantação das mudanças para a região, contará com10 agentes da Concessionária Porto Novo, responsável pelas obras. Um painel da CET-Rio atualizará as informações sobre as rotas disponíveis para os motoristas. Com previsão de conclusão para o primeiro semestre de 2016, a nova via que ficará no lugar da Perimetral terá três faixas em cada sentido e ligará o mergulhão da Praça Quinze à rodoviária e não terá saídas intermediárias. Servirá apenas para quem pretende se deslocar da Zona Sul para a Avenida Brasil e a Ponte Rio-Niterói sem entrar no Centro. Fonte: O Globo - 16/07