O perfil do comprador carioca

Levantamento da imobiliária Lopes revela o perfil do comprador carioca. O estudo indica que 63% do imóveis comprados são para moradia e 37% são adquiridos para investimento. "Um imóvel é um investimento muito seguro e o carioca tem percebido cada vez mais essa possibilidade, por isso chegamos ao alto índice de 37% das compras", explica Fábio Pacheco, diretor da Lopes Rio. A pesquisa mostra também que o comprador carioca em geral é solteiro, tem filhos e alto grau de escolaridade. Além disso, 78% das compras são financiadas com comprometimento de 35% do salário. A renda média mensal do comprador, de acordo com a imobiliária, é R$ 10.540.
 
Com idade média de 34 anos, estes clientes levam em média três meses na busca pelo imóvel. No momento da decisão, a localização, a área de lazer e a possibilidade de investimento são os principais motivadores, citados por 44%, 34% e 22% dos compradores, respectivamente. Para Marcelo Fróes, diretor de contas imobiliárias da agência de publicidade Percepttiva, a maioria dos cariocas prefere se mudar para um imóvel na mesma região. "O carioca é tradicionalmente bairrista. Além disso, leva-se muito em conta a infraestrutura de transporte e a oferta de itens de lazer pelos residenciais. Todos esses critérios são avaliados, é claro, junto à seleção dos melhores preços e condições de pagamento", diz Fróes.
 
E para quem está à procura de uma unidade, vale conferir as campanhas de descontos e brindes que algumas construtoras estão promovendo. A PDG, por exemplo, realiza neste final de semana uma ação no Rio e em Niterói, com abatimentos de até R$ 450 mil. Um dos empreendimentos em promoção é o Gran Residencial, no Cachambi, com 233 unidades entre apartamentos de dois, três e quatro quartos, e coberturas dúplex e lineares.
Fonte: Jornal O Dia - 08/03/2015