• Homepage
  • >
  • Creci
  • >
  • Em Macaé, Creci-RJ leva curso sobre Lei do Inquilinato

Em Macaé, Creci-RJ leva curso sobre Lei do Inquilinato

Sem títuloUma cidade importante no cenário econômico brasileiro e com número cada vez mais crescente de corretores de imóveis, Macaé tem se destacado não só pelo número de lançamentos imobiliários, como também pelos imóveis usados que estão entrando para locação, o que significa que a administração imobiliária é um importante segmento na localidade. O Programa de Aprimoramento Profissional do Creci-RJ enxergou a necessidade de aperfeiçoamento dos corretores de imóveis de Macaé no que diz respeito à locação de imóveis e levou à cidade o curso “Aspectos Relevantes da Lei do Inquilinato” ministrados em dois dias, 2 e 9 de abril, pela professora e diretora pedagógica do Creci-RJ, Fatima Santoro. - Macaé é uma cidade com um crescimento populacional imenso e há um diversidade de classes que permite o corretor de imóveis trabalhar em diversas áreas. E a administração imobiliária se apresenta como forte fonte renda para esse profissional. Por isso decidimos investir no curso sobre Lei do Inquilinato em Macaé – destaca Fatima. Os corretores de imóveis da cidade devem esperar por mais. Segundo a diretora pedagógica do Creci-RJ, mais cursos serão ministrados em Macaé: - O próximo curso será sobre Matemática Financeira e Calculadora HP12c. É um tema muito importante para o cotidiano do corretor. Para a corretora de imóveis Silvia Lima, que participou dos dois dias de curso, essa iniciativa representa uma ótima oportunidade de aprimoramento: - O aprendizado deve ser contínuo e nós aqui em Macaé temos essa oportunidade única de aprender sobre um nicho de mercado que está em grande expansão. Isso desperta o interesse em sempre estar participando dos eventos aqui na região. O corretor de imóveis Emerson Pinto concorda: - A atual gestão do Creci-RJ tem olhado mais para as localidade afastadas do Centro do Rio e Macaé tem se beneficiado nesse sentido. É muito importante que todos os corretores de imóveis participem, pois uma categoria precisa crescer sempre em conhecimento.