• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Caixa quer beneficiar 2 milhões de pessoas, com R$ 7 bilhões do Construcard

Caixa quer beneficiar 2 milhões de pessoas, com R$ 7 bilhões do Construcard

caixa-quer-beneficiar-2-milhoes-de-pessoas-com-r-7-bilhoes-do-construcard

Nova versão tem novidades, como possibilidade de aquisição dos mais modernos aparelhos de eficiência hídrica e energética

Rio - Quem planeja construir ou reformar a casa, pode ter um aliado. Isso porque a Caixa Econômica Federal fez alterações no cartão Construcard, linha de financiamento destinada para construção, reforma ou ampliação de imóveis residenciais. A nova versão tem novidades, como possibilidade de aquisição dos mais modernos aparelhos de eficiência hídrica e energética, como equipamentos para sistemas de reutilização de água, fossas ecológicas, aquecedores solares, aerogeradores, aparelhos de energia fotovoltaica, de segurança residencial e materiais de construção. O orçamento é de R$ 7 bilhões, com expectativa de beneficiar 2 milhões de pessoas no país.

De posse do cartão, o trabalhador conta com prazo de dois a seis meses para comprar tudo o que precisar. E, durante esse período, paga somente os juros dos valores que utiliza, podendo pagar o financiamento em um prazo de até 240 meses (20 anos). O valor médio dos financiamentos é de R$ 14 mil e o limite varia de acordo com a capacidade de pagamento do cliente, não havendo valor máximo.

A Caixa também assinou convênio com a Associação Nacional de Lojistas de Material de Construção (Anamaco) para desenvolver ações voltadas à retomada do crescimento do setor mediante parceria entre o banco e as empresas associadas da entidade. Serão disponibilizados produtos e serviços em condições especiais para lojas de materiais de construção e o banco vai incentivar as vendas por meio dessa modalidade de pagamento, o Construcard.

Para o sócio-diretor da rede ConstruMais, Iuri Russo, a linha de financiamento é muito positiva e ajuda as famílias, com taxas de juros mais atrativas. “Quando estava habilitado a trabalhar com o Construcard, vendíamos muito. Mas a Caixa suspendeu porque alguns clientes que compraram conosco ficaram inadimplentes. Como a minha empresa, outras ficaram na mesma situação. Ou seja, não puderam mais operar com essa linha de crédito. Mas já fui informado de que a Caixa vai nos habilitar novamente”, conta Russo. Ele lembra que o modelo também ajuda a fidelizar o cliente. “Eles acabam comprando todo o material para obra no mesmo local, por isso que apoio este mecanismo de crédito”, diz Russo.

Aplicativo de celular ajuda em consultas

Com a nova versão, o cliente recebe o Construcard no momento da contratação do financiamento e já pode realizar suas compras. Ele ainda é notificado com SMS contendo informações sobre gastos e saldo disponível. Também pode usar aplicativo de celular para consultas, bloqueio e desbloqueio do cartão.

O empréstimo pode ser contratado em qualquer agência. Para agilizar o processo, já estão pré-aprovados limites de crédito para mais de 400 mil correntistas. Novos limites serão aprovados mediante demanda dos clientes interessados.

Fonte: Jornal O Dia - 04/12/2016