7 dicas para comprar imóveis na Black Friday

  Os descontos da Black Friday chegaram também ao mercado imobiliário. Com grandes estoques de novas unidades à venda, as incorporadoras oferecem até 51% de abatimento no preço de apartamentos nesta temporada. Imobiliárias estendem a promoção aos imóveis usados, e as ofertas se tornam tentadoras a ponto de levar consumidores a cogitarem uma compra que não estava sequer em seu horizonte. Por isso, evitar a compra por impulso é a primeira medida a ser tomada nesta temporada, recomenta Marcelo Tapai, advogado especialista em Direito imobiliário e presidente do Comitê de Habitação da OAB/SP. Confira outras dicas dadas pelo especialista antes de fechar negócio durante as promoções de Black Friday: 1 - Com a inflação acima da valorização imobiliária, os imóveis vêm perdendo valor real. Por isso, antes de se surpreender com os preços ofertados, verifique se trata-se de desconto ou do preço atualizado neste cenário de inflação em alta. 2 - Verifique a localização da unidade não apenas no bairro e na rua mas também dentro do condomínio. "Imóveis em andares baixos, ou próximos a áreas de lazer, ou nos quais não bate sol ou ainda em frente a avenidas muito barulhentas tendem ser mais baratos", alerta Tapai. Tais unidades frequentemente são as que ficam encalhadas e acabam repassadas a preços mais baixos. 3 - Nunca compre um imóvel sem conhecê-lo antes. E, mesmo se ele agradar, pesquise outras promoções similares nas redondezas e avalie se é, de fato, um bom negócio. 4 - Interessados em comprar imóveis na planta devem pesquisar o histórico de incorporadoras e construtoras, consultando CNPJ, número de reclamações no Procon, eventuais ações judiciais e registro da incorporação no Cartório de Registro de Imóveis. 5 - Quem não tem dinheiro em caixa deve verificar se dispõe de crédito pré-aprovado pelo banco, já que nem todas as construtoras fazem uma avaliação de crédito no momento da venda. Sem essa avaliação, pode acontecer de o contrato de pré-venda ser assinado e o banco não aprovar o financiamento, dificultando o resgate do valor já pago antecipadamente. 6 - Guarde folhetos e outros materiais de propaganda que informem características do imóvel, preço e condições de oferta. Eles podem servir de prova em caso de descumprimento do acordo pela construtora ou imobiliária. 7 - "A dica mais importante: jamais compre um imóvel no mesmo dia que foi visitar o estande, independentemente do quão maravilhosa seja a oferta", diz Tapai. Segundo o advogado, não existem negócios "imperdíveis" que justifiquem a compra por emoção sem um criterioso planejamento financeiro. "É preciso sempre analisar os detalhes do negócio em casa, com calma, sem a pressão dos estandes de venda. A compra de um imóvel, em muitos casos, é para a vida toda", afirma ele.   Fonte: Veja Online - 27/11/2015