• Homepage
  • >
  • Creci
  • >
  • Fiscalização do Creci-RJ em tempos de pandemia

Fiscalização do Creci-RJ em tempos de pandemia

Setor mantém atuação digital para garantir a segurança da sociedade nas negociações imobiliárias

A fiscalização é o setor do Conselho responsável por combater a atuação ilegal da profissão de corretor de imóveis e outras irregularidades praticadas pelos profissionais e empresas para que todo o funcionamento esteja de acordo com a legislação inerente à categoria.

Durante a pandemia, a equipe de fiscalização está realizando atividades em home office que inclui averiguar irregularidades em portais e redes sociais. A pesquisa minuciosa tem como um dos intuitos verificar se estão colocando o número do Creci nas divulgações. Em relação às empresas, através do CNPJ fornecido, os fiscais estão analisando se estão atuando dentro da legalidade. Sobre os estandes e lançamentos de imóveis, a pesquisa tem o objetivo de analisar se está sendo mencionado devidamente o número de Registro da Incorporação nas propagandas.

De acordo com o chefe da fiscalização do Creci-RJ, Marcus Limão, os fiscais estão encontrando um número muito grande de irregularidades. E em alguns casos nem são pessoas que estão praticando a ilegalidade da profissão, é o próprio corretor de imóveis que deixa faltar informação nos anúncios, como é o caso de não colocar o número de registro no Conselho.

- Cada fiscal faz em média entre 10 à 15 pesquisas diárias e através dessas pesquisas, ao final do dia, a equipe vai montando diligências. Qual motivo das diligências se todos estão cumprindo a ordem do isolamento social e não estão indo às ruas? Porque quando retomar o serviço externo, os fiscais vão a todos os locais que encontraram nas pesquisas no período da pandemia, sendo assim, vai fornecer um retorno muito grande de autuações devido a esse número elevado de irregularidades que está sendo encontrado na internet.

Outra estratégia que está sendo aplicada é que o setor colocou à disposição 4 fiscais de plantão em pontos estratégicos da capital e fora dela para que a qualquer momento, em caso de denúncia de urgência, o fiscal possa se locomover em diligência até o local.

Até o fechamento da matéria constavam quase 800 diligências envolvendo ilegais e irregularidades a serem cumpridas após a flexibilização do isolamento social. A fiscalização está trabalhando para valorizar o corretor de imóveis e garantir a segurança da sociedade nas negociações imobiliárias.

Denuncie o exercício ilegal da profissão

Contatos:

Whatsapp: (21) 99103-2133

E-mail: fiscalizacao@creci-rj.gov.br