Como vender imóveis na pandemia?

Certamente muitos profissionais estão com dúvidas a respeito de que maneira é possível seguir com o trabalho e continuar fechando negócios. Será que tem como se destacar nesse momento? Que características devem ser desenvolvidas para manter uma atuação eficiente?

No momento é preciso pensar em prevenção. É importante estar atento a todas as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde). Com as imobiliárias e escritórios retomando gradualmente o atendimento presencial é preciso buscar alternativas, desde que se tome todos os cuidados para não comprometer sua saúde ou do cliente.

- É totalmente possível vender imóveis nessa quarentena, mas o corretor deve obviamente tomar os cuidados necessários - afirma Marcus Vinícius Barcellos, corretor de imóveis que atua na Região dos Lagos.

Estar mais atento à situação do cliente é fundamental. Com este cenário, aqueles que buscam imóveis podem ter mudado um pouco de realidade e com isso cabe ao corretor fazer uma nova apuração para conseguir personalizar melhor o atendimento e encontrar o imóvel adequado para o cliente. Com a redução de salários e a incerteza no mercado é aceitável que os clientes tenham mais cuidado ao comprometer a renda. Receosos, os interessados podem agora procurar imóveis com um custo mais baixo e esse é um detalhe ao qual os profissionais devem prestar bastante atenção.

- O corretor de imóveis deve continuar focado no seu trabalho nesse tempo de pandemia, manter um contato assíduo com sua cartela de clientes. É muito importante estar em constante contato com eles, saber como estão de saúde, como está a situação financeira, para que assim o corretor possa oferecer um negócio dentro das possibilidades do cliente - destaca Marcus Vinícius.

É totalmente aceitável que clientes estejam mais cautelosos para buscar imóveis, não só pelo aspecto financeiro, mas também pelo receio provocado pela pandemia.

- As visitas foram prejudicadas, os clientes aceitam fazer, utilizando as máscaras e com o uso do álcool em gel, mas a maioria está aguardando amenizar a proliferação da doença para fazer as visitas – relata o corretor de imóveis, Thierry França.

Mas é necessário se adaptar. A busca por conhecimento e aprimoramento pode dar aos corretores ferramentas para que possam enfrentar qualquer adversidade. As mídias sociais por exemplo têm sido a saída de muitos corretores para esse período conturbado, mas nem todo mundo está preparado para adentrar esse nicho do mercado e com isso surgem muitas dúvidas. O que devo postar nas redes sociais?Como me fazer presente online?

- Agregando um conteúdo de valor para assim te gerar credibilidade, como por exemplo, compartilhando notícias do mercado imobiliário ou até mesmo em um âmbito geral, dando dicas no que tange o assunto de imóveis e mostrando também um pouco da vida pessoal do corretor para gerar conexão - orienta Thierry.

O consumo da mídia online aumentou significativamente neste momento e cabe aos profissionais gerar conteúdo relevante para atingir esse público. Como afirma o corretor Thierry França que tem usado suas redes sociais para alcançar clientes e concretizar vendas durante a quarentena:

- Aposto muito nos portais imobiliários, para aqueles consumidores mais objetivos, que sabem bem o que querem, colocam lá no campo de busca suas necessidades e assim encontram. Mas também, temos aqueles consumidores que não sabem ao certo como começar a busca, é ai que entram as redes sociais do corretor. Temos que estar todos os dias na telinha dos nossos clientes ou futuros clientes.

Portanto, neste momento é preciso buscar cada vez mais alternativas digitais que te possibilitem manter a proximidade com o cliente e fechar bons negócios, mesmo em período de isolamento social.