• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Taxa de condomínio no Rio aumentou, em média, 7% em 12 meses

Taxa de condomínio no Rio aumentou, em média, 7% em 12 meses

A taxa condominial no Rio de Janeiro, subiu, em média, 7% nos últimos 12 meses, revela Leonardo Schneider, vice-presidente de Assuntos Condominiais do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio) e diretor-superintendente da administradora de condomínios Apsa. A alta, acima da inflação registrada no período, de 5,84%, foi impulsionada, principalmente, pelos reajustes de despesas com funcionários que, segundo Schneider, têm peso de 30% a 50% na conta total do condomínio. Outro fator que pesa na conta geral e no bolso dos moradores são os custos com água e luz. Um levantamento sobre indicadores habitacionais, publicado este mês pelo Secovi-Rio em parceria com a Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (Abadi) e com a Apsa, mostra que no Rio 92,06% dos condomínios são residenciais e que, em média, cada um tem 33 unidades e quatro funcionários. Outro dado apurado foi que nos condomínios familiares foi registrado 8,31% de atraso no pagamento das taxas e 10,37% de inadimplência. De acordo com dados do Secovi, o valor médio da taxa condominial no Rio de Janeiro em novembro é de R$ 6,49 o metro quadrado, o que significa que um apartamento de 100 metros quadrados paga uma cota de aproximadamente R$ 649. Os valores médios mais altos são os da Zona Sul, com R$ 7,15 o metro quadrado, os da Barra e adjacências, com R$ 8,30. Já a Zona Norte (R$ 4,72), Jacarepaguá (R$ 5,50) e Tijuca (R$ 5,38) registram as menores médias da cidade de valor de taxa de condomínio por metro quadrado. Levando em consideração que imóveis de três quartos em Ipanema têm cerca de 145 metros quadrados, isso significa que o morador paga uma taxa de condomínio, média, de R$ 1.036,75. Já na Barra, um apartamento de mesma tipologia tem cerca de 112 metros quadrados, o que significa uma média de R$ 929,60 de taxa de condomínio. Se fosse na Tijuca, em que um imóvel de três quartos tem cerca de 11 metros quadrados, o valor mensal seria, em média, de R$ 597,18. Fonte: Jornal O Globo - 19/11/2013