<




Rio de Janeiro ganha prêmio de cidade inteligente do ano

O congresso Smart City Expo World, que está sendo realizado em Barcelona, escolheu a cidade do Rio de Janeiro como vencedora do prêmio World Smart City 2013. A cerimônia de premiação que aconteceu ontem, reuniu centenas de representantes de cidades, universidades, empresas privadas, gestores públicos e especialistas que debateram soluções para tornar melhor a vida nas metrópoles. O Rio é a primeira cidade latino-americana a conquistar o prêmio, que está em sua terceira edição. No total, mais de 200 candidaturas, de 35 países diferentes, participaram da disputa.

– Nos escrevemos no ano passado, onde apresentamos o nosso pacote chamado de “Gestão de Alto desempenho”, que engloba três projetos: O Centro de Operações Rio, a Central 1746 e o Porto Maravilha. O júri avaliou principalmente a capacidade que o Rio tem de integrar vários órgãos públicos através de plataformas de atendimento que contam com tecnologia de ponta, possibilitando mais interatividade para o cidadão – ressaltou Pedro Paulo Carvalho, secretário-chefe da Casa Civil, que está há quatro dias em Barcelona, e adiantou que a cidade do Rio, poderá ser palco da próxima edição do congresso:

– Apresentamos uma proposta aos organizadores do Smart City Expo World, para que o Rio de Janeiro possa sediar o evento em maio de 2015. Está quase tudo certo para a aprovação. Estamos felizes, pois este é um reconhecimento de como a cidade está antenada com o que há de mais novo.

Dentre as finalistas estavam cidades como Buenos Aires; Berlim; Tayuan, na China; Copenhague; e Sabadell, na Espanha. A decisão, que foi unânime entre os sete membros do júri, baseou-se em três critérios objetivos: inovação, impacto e viabilidade. Segundo a organização do evento, o World Smart City tem por essência estimular a qualidade de vida, a sustentabilidade, a inovação, a criatividade, a competitividade e a eficiência administrativa nas cidades do futuro.

Além de Pedro Paulo Carvalho, o vice-prefeito Adilson Pires também subiu ao palco para receber o troféu de cidade mais inteligente do ano, ontem:

– É uma grande honra receber este prêmio, especialmente das mãos de Antoni Vives, vice-prefeito de Barcelona. A Gestão de Alto Desempenho, que nos garantiu esse título, tem como projeto âncora o Centro de Operações Rio, o COR, que significa coração em catalão.

Em 2012, a cidade eleita como a mais inteligente foi Amsterdã, graças ao projeto de abertura de dados de mobilidade para a população. A iniciativa mais inovadora do ano passado foi uma parceria público-privada da Cidade da Guatemala para implantar painéis solares na iluminação pública e em casas populares. O melhor projeto foi o da empresa americana Big Belly Solar, que criou um equipamento capaz de coletar, compactar e reciclar o lixo. A delegação colombiana ganhou menção honrosa.

Além de ter sido premiado, o Rio desempenhou papel de destaque no Smart Cities Expo de Barcelona, que teve início no dia 19 de novembro e se encerra hoje. Como cidade convidada, o Rio teve direito a um estande para apresentar justamente os projetos vencedores do prêmio, e as iniciativas que a Prefeitura vem colocando em prática.

Também ao longo desta semana, o secretário Pedro Paulo participou de plenárias e mesas de discussão, em que não apenas apresentou os projetos do Rio, mas também discutiu os desafios atuais da cidade para ampliar a participação da população na tomada de decisões políticas por meio das tecnologias digitais, o que na visão do secretário é justamente a segunda etapa do processo de construção de uma cidade inteligente.

Fonte: Jornal O Globo – 22/11/2013