Restauração tecnológica

  O Museu Nacional de Belas Artes deve surgir de cara nova em meio às comemorações de oitenta anos de sua inauguração, em 2017. Essa é a previsão de término da revitalização do prédio, cujo projeto está em fase de revisão. A ideia é que seja reformada uma área de cerca de 10.000 metros quadrados, incluindo as fachadas, cúpulas, terraços e claraboias do edifício. O trabalho é feito por uma equipe multidisciplinar de urbanistas, arquitetos, restauradores, engenheiro e técnicos, que vem usando tecnologia de ponta, a qual compreende o levantamento em 3D dos danos do prédio. Com 70% do anteprojeto pronto, a obra começa em março de 2016.   Fonte: Veja Rio - 08/12/2015