Realizando o sonho do primeiro imóvel, sem susto

  Desde os tempos da minha avó que a aquisição da "casa própria" era o sonho de muitos e, claro, ainda é. O carro novo, uma viagem ao exterior, mesmo a graduação de um filho, não há nada que supere a conquista definitiva de um lar em termos de realização pessoal e familiar. Porém, por mais empolgante que seja este momento, precisamos estar bem atentos a todos os detalhes e processos que envolvem essa negociação, para que essa pequena novela tenha um final feliz. Todo caso de compra ( e venda) de um imóvel envolve muita gente. Os protagonistas, naturalmente, são os compradores. Mas existe também o vendedor do outro lado, ora inflexível, ora tão gentil que se torna, em minutos, o melhor amigo do(s) comprador(es). E, claro, as famílias, que também se envolvem bastante, algumas vezes até demais, na seleção, decisão e negociação. Com a falta de maturidade e independência de jovens às vésperas de um casamento, por exemplo, não raro vemos o pai da noiva decidindo pelo apartamento do quinto andar do prédio do Flamengo, enquanto a mãe do noivo já está conversando com o arquiteto sobre suas ideias para a cobertura, que fica na Barra da Tijuca. Mas existe também um outro protagonista nesta história: o corretor. Seu papel, muito importante, é o de ser um conselheiro dos compradores, um paciente orientador, um ouvinte atento e, de certa forma, um administrador de expectativas. Ele representa a voz técnica do mercado, que aconselha o fechamento de um negócio quando sabe que se alcançou um termo bom para todas as partes. Que conhece e busca evitar que seus clientes sofram as dores do arrependimento posterior, que surge quando alguém deixa escapar o imóvel dos sonhos por causa do custo da cota extra do condomínio. São muitos os casos que vivemos com nossos clientes. Um bom exemplo foi o do Dr. Mauricio, que uma tarde entrou em uma das nossas lojas junto de sua esposa, grávida do primeiro filho. O casal de médicos trazia, além do sonho de mudar para um imóvel próprio e maior, muitas dúvidas e incertezas. Os únicos contratos que já haviam assinado juntos, na vida, eram o de locação do apartamento em que moravam e o de casamento, claro. O primeiro passo para a realização desse sonho foi dado quando Mauricio procurou uma empresa sólida, com anos de mercado imobiliário e profissionais credenciados no Creci, o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis. Pois, junto com a certificação do conselho, vem também a capacitação técnica de alguém que irá trabalhar e, porque não, sonhar junto com essa família. Seu conhecimento sobre os bairros nos quais atua, sua experiência na análise da documentação do imóvel (como os famosos ônus reais) e demais certidões necessárias são fundamentais para que essa compra seja realizada sem sustos. O bom atendimento de um corretor traz tranquilidade e agilidade na tomada de decisão do cliente que, muitas vezes, ainda está inseguro sobre a compra de um imóvel. Voltando ao nosso cliente, o sonho estava próximo de ser realizado. Conseguimos achar o imóvel perfeito para a família. Lindo, vista livre, junto das escolas e tudo mais que a pequena Letícia vai precisar. Tudo certo, mas pude ver uma dose de apreensão no Dr. Maurício. Habituado com os termos médicos, foi uma descoberta para ele a existência tantas siglas e documentos necessários para a transferência de propriedade de um imóvel. E lá vamos nós: ITBI, o imposto de transmissão de bens imóveis, taxa correspondente a cerca de 2% do valor do imóvel, cobrada pelas prefeituras ( lembrando que existe o valor venal, o preço de mercado, e o valor de transação, montante efetivamente foi pago); escritura, documento que assegura a transferência de posse do bem, e que não é urgente quando a compra é financiada, uma vez que o contrato emitido pelo banco tem força de escritura pública (aqui uma dica importante: os bancos cobram taxa de 1%a 2% sobre o valor da avaliação, nesse documento); e o registro, documento emitido pelo cartório que comprova, por lei, quem é o proprietário de um imóvel. Dr. Maurício, de médico à paciente, seguiu passo a passo todas as orientações e concretizou mais um grande sonho. Formado em medicina, ao lado da mulher por quem se apaixonou, pai de uma linda menininha e agora proprietário de um belo apartamento. Vivenciamos diariamente histórias como essa. Para nós, esse é o verdadeiro valor de uma empresa: experiências!   Fonte: O Globo - 31/05/2015