<




Raio-X da Profissão de Corretor de Imóveis

Raio x da Profissão de Corretor de imóveis

Antes de escolher seguir nos estudos seja por meio de um curso técnico ou uma graduação, uma das primeiras preocupações que vem à mente é com relação ao mercado na área que deseja atuar. Muitas promessas surgem em sites, jornais e revistas visando altas em certos setores. O mercado imobiliário teve uma grande escalada entre 2010 e 2013 e aguarda com otimismo a retomada dos “bons ventos” para alavancar o segmento. A profissão teve um boom de crescimento na última década e continua atraindo a atenção daqueles que buscam perspectivas positivas no mercado de trabalho.

Nada mudou em relação às formas de ingresso na profissão, mas, ao contrário de antes, hoje o profissional pode contar com diversas opções de cursos para complementar os seus estudos e poder se aprimorar em diversas modalidades inerentes à categoria, contando até com cursos de pós-graduação. Além disso, muitas mudanças estão acontecendo devido ao surgimento de ferramentas digitais que auxiliam não só os corretores, mas também outras profissões em suas tarefas.

Jovens enxergam liberdade na corretagem

Por muitas vezes, as pessoas associam a entrada de novos corretores a jovens profissionais, e sabe-se que nem sempre os calouros da profissão são pessoas jovens, muitas pessoas com vasta experiência também buscam o mercado imobiliário no decorrer da vida. Mas tem sim muitos profissionais de até 35 anos que escolheram a corretagem como profissão.

Inclusive jovens que acabaram de alcançar a maior idade já estão por ai trabalhando com a corretagem e isso se dá aos grandes ganhos que a profissão possibilita e o fato da mesma poder trazer a independência financeira e a liberdade que eles tanto buscam. Eles têm cada vez mais se afastado de empregos inflexíveis, de escritórios, e por isso a corretagem, assim como outras carreiras autônomas, estão sendo cogitadas.

Os corretores jovens vêm crescendo principalmente no nicho das negociações pela internet, afinal estes possuem um maior domínio da tecnologia. Atualmente com a grande demanda trazida com essa revolução digital, os corretores jovens têm grandes chances de sucesso.

– Algumas plataformas digitais são muito positivas porque geram a proximidade do cliente com a imobiliária, e através da tecnologia conseguimos fazer com que um imóvel de Penedo apareça, por exemplo para um cliente em Alagoas.

O número de corretores na faixa etária de 18 até 35 anos cresceu bastante desde 2010 e acredita-se que deverá crescer ainda mais. Os jovens têm maior confiança no uso de ferramentas online, então além de buscarem aprimoramento, eles têm conhecimento das tendências e conseguem estabelecer uma presença online significativa.

Mulheres dominando o mercado

A atuação das mulheres no mercado de trabalho já vem mudando a um tempo e na corretagem imobiliária isso está evidente. Comparando aos anos anteriores, hoje tem muito mais mulheres entrando na profissão. As corretoras estão buscando aprimorar seus estudos, com muita dedicação. Com essa garra e fome de conhecimento, graças não só as suas formações, mas também postura e empenho, muitas mulheres hoje ocupam diversos cargos de liderança dentro das imobiliárias. O número de corretoras empreendedoras tem subido bastante e isso se dá a facilidade com que conseguem enxergar as oportunidades que esse mercado tem a oferecer.

Por uma questão cultural a mulher acaba desenvolvendo características que ajudam e muito na corretagem. Por exemplo a atenção aos detalhes faz com que haja maior compreensão dos clientes também faz com que sejam mais assertivas, além de serem mais criativas. Claro que isso não é uma regra, levando em conta que cada ser humano tem suas próprias qualidades e defeitos e qualquer um pode vir a desenvolver estes atributos durante a vida.

-Em relação ao empoderamento feminino tem crescido muito  as mulheres estão cada vez mais atuantes no mercado. Hoje na nossa imobiliária 70% são mulheres.

Mudanças, mudanças e mais mudanças

O mercado imobiliário assim como nossa sociedade vem mudando, evoluindo e isso não só devido ao avanço tecnológico, mas também é possível sentir que o comportamento dos cidadãos e seus relacionamentos também estão sendo alterados, e isso para o mercado imobiliário significa que novas tendências surgem, tanto novas modalidades de negócio como também novas formas de se relacionar. Como relata Leandro Garófalo:

– A profissão vem evoluindo e tem que seguir a tecnologia. Nós como corretores precisamos atualizar em todos os segmentos. Estamos na era da tecnologia e temos sempre que acompanhar os passos da evolução.

O empreendedorismo hoje tem um novo sentido, afinal diversas facilidades foram atreladas a esse caminho durante os anos. Apesar de não ser fácil abrir uma empresa e geri-la corretamente, hoje tem um grande número de imobiliárias surgindo. Lailla Giannini, corretora de imóveis e hoje também empresária deixa uma dica para os corretores que pensam em seguir esse caminho:

– O corretor para empreender precisa ter rotina de trabalho, conhecimento e postura de dona.

Campanha do Creci-RJ aborda a evolução da profissão

Neste ano de 2019, a campanha do Creci-RJ referente ao Dia do Corretor de Imóveis destaca que estar atento às principais mudanças do mercado e como isso pode favorecer a sua atuação é um trabalho que deve ser feito diariamente pelo profissional.

Em cada esquina desafios são encontrados, a todo o momento o mercado exige uma correção no prumo e algo diferente do que já se conhece. Hoje, pode-se dizer que só quem está em constante evolução é que tem espaço para alcançar novos patamares de sucesso.

Por esse motivo, neste ano, a campanha do Creci-RJ conta duas histórias para que sirvam como inspiração para todos que atuam no mercado imobiliário. Uma mostra a evolução da corretagem que corre no sangue de uma família, ressaltando o desenvolvimento da profissão que alia características do passado junto com o mundo moderno. E a outra destaca a tecnologia como fonte de mudanças constante no modo de se operar no setor. 
Em outra iniciativa da campanha, o Creci-RJ lançou um e-book com as principais informações que o corretor precisa lidar nesse novo momento do mercado. Mudar a perspectiva da tecnologia dentro da profissão é um grande desafio. É preciso se adaptar e saber torná-la parceira, trazendo mais clientes e mais agilidade para os negócios.

Para assistir a campanha do Dia do Corretor de Imóveis e baixar o e-book acesse: www.caminhosdaprofissao.com/