Quarto e sala em alta

    Antes esquecidos pelas construtoras, os imóveis de quarto e sala voltaram à cena nos novos projetos imobiliários. Isso porque as empresas identificaram uma alta procura de solteiros, recém-casados, divorciados, idosos e investidores. Segundo Lucas Vargas, vice-presidente executivo do portal VivaReal, a razão para a valorização é que os lançamentos oferecem facilidades para os moradores, como lavanderia coletiva e até uma pessoa para cuidar da limpeza no apartamento. "Os jovens e pessoas recém-casadas são um grande público dos imóveis de um quarto. O custo geralmente é mais vantajoso, por isso é o perfil de apartamento preferido para aluguel junto com imóveis de dois dormitórios. Já a demanda por compras é menor em relação a outros dormitórios, mas sempre estável", explica Vargas. Segundo pesquisa do portal, a procura pela locação dessas unidades cresceu 27% no segundo trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. Já para venda, a alta foi de 9%. A Brookfield, por exemplo, está construindo no Centro Metropolitano, na Barra, o Soho Residence, com apartamentos de um, dois e três quartos, além de área de lazer. No Recreio, a tipologia pode ser encontrada em 100 unidades do Option Full Services Residences, da Mozak. No mesmo bairro, a João Fortes Engenharia oferece o Mares de Goa e o West Vintage. Reunir unidades residenciais, comerciais e serviços é uma tendência em Jacarepaguá. Os projetos também contam com unidades de quarto e sala. O Gap, da Leduca, terá 98 unidades de um quarto, além de blocos com salas comerciais. Já o Genesis contará com 167 unidades de um quarto, salas, lojas e serviços pay-per-use (pague só se usar). Na Taquara, a Martinelli e a MR2 investem na segunda fase do Connect Life - Work - Trade. O empreendimento terá 390 unidades, das quais 127 são de um quarto, além de salas comerciais e oito lojas, mais de 25 itens de lazer e serviços pay-per-use.   Fonte: Meia Hora - 27/08/2015