• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Primeiro prédio do projeto Porto Maravilha é inaugurado

Primeiro prédio do projeto Porto Maravilha é inaugurado

A empresa norte-americana Tishman Speyer inaugurou ontem o Port Corporate Tower, o primeiro empreendimento no âmbito do projeto Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. O investimento foi de RS 300 milhões. A própria companhia transferirá sua sede para o local e terá também outras salas que serão alugadas para outras empresas com atuação na zona portuária. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou da inauguração e disse que esta é a primeira das boas notícias que a região terá.
 
"É uma região que se transforma, o Rio que se reencontra. Cidade sem centro é uma cidade sem alma e o Rio começou a fugir de seu centro, fugir para a Zona Oeste, e isso não fez bem. É importante resgatar áreas degradadas que contem sua história", disse o prefeito.
 
O presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp), Alberto Silva, que também esteve na inauguração, disse que o empreendimento mostra o novo paradigma de desenvolvimento da zona portuária. "Estamos na metade do caminho a já temos um empreendimento no padrão de qualidade. Tem vários outros em construção e isso mostra que o processo de revitalização é irreversível", afirmou.
 
O edifício foi construído em terreno de 13 mil metros quadrados e possui 20 andares, sendo 18 de escritórios. Ele recebeu a certificação ambiental Green Building, que atesta a sustentabilidade na construção civil. Com lajes de 1,7 mil metros quadra-dos, a ideia da empresa é oferecer aos futuros inquilinos o mesmo padrão encontrado nos mais sofisticados empreendimentos corporativos ao redor do mundo.
 
"O Porto Maravilha está se consolidando como novo centro de negócios, por ser uma extensão natural do centro e pelos investimentos promovidos pelo poder pú-blico", explicou o presidente da Tishman Speyer no Brasil. Daniel Cherman. Ele participou da inauguração ao lado do presidente global da companhia, Rob Speyer.
 
Cherman disse também que estão previstos outros projetos na região do porto, totalizando investimentos de R$ 1 bilhão. O próximo a ser inaugurado está em fase de construção no terreno do Pátio da Marinha, perto da Cidade do Samba. As obras foram iniciadas neste ano e tem previsão de entrega para o segundo se¬mestre de 2016. O terceiro projeto ainda está em fase de desenvolvimento.
Fonte: Jornal do Commercio - 26/11/2014