Por uma avenida sem alagamentos

    No que depender da prefeitura, as famosas enchentes da Avenida Brasil parecem estar com os dias contados. Desde novembro de 2014, a região recebe as obras do BRT Transbrasil (faixa de circulação que ligará Deodoro ao Caju, na Zona Portuária), que preveem a urbanização e a drenagem em pontos críticos da via. Os investimentos são de R$ 1,4 bilhão. Segundo estimativas da Secretaria municipal de Obras, Caju, Fazendinha, Ilha do Governador, Manguinhos, Parada de Lucas, Penha, Ramos e Vista Alegre serão contemplados. O projeto conta com diversas fases. Em linhas gerais, em cada um dos oito trechos são feitos drenagem, pavimentação rígida e flexível e, posteriormente, a colocação de passarelas e estações para implementação do sistema de BRT. Além disso, um novo viaduto será instalado na Avenida dos Campeões, na altura da Ramos, e que permitirá a interligação do corredor com a Transcarioca. Construída especialmente para os BRTs, a nova estrutura terá 460 metros de extensão e duas faixas que vão operar em dois sentidos. O projeto deve ficar pronto no final do primeiro semestre de 2017. Serão 14 quilômetros de galerias pluviais, beneficiando oito bairros. Estão em andamento, neste momento, as intervenções em quatro pontos da Avenida Brasil: Penha, Ilha do Governador, Ramos e Fazendinha. Na próxima semana, as obras chegarão aos bairros de Parada de Lucas e Vista Alegre, implantando rede de drenagem para melhorar o escoamento da água da chuva. Segundo o gerente de obras de Vias Especiais da Secretaria de Obras, Eduardo Fagundes, o trabalho é fruto de parceria. - Antes mesmo da licitação, conversamos com técnicos da CET- Rio, que mostraram oito pontos críticos de enchentes e alagamentos. É uma demanda muito antiga e estamos investindo para dar um bom retorno à população. Será um feito histórico - comentou.   Fonte: O Globo - 09/08/2015