Paes diz que Parque Olímpico está pronto

Parque-Olimpico-Via-Olimpico

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse ontem que o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, está pronto para os Jogos Olímpico Rio 2016. Ele esteve no local - chamado de coração dos Jogos - visitando as obras, acompanhado da presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, do ministro do Esporte, George Hilton, e do secretário-executivo do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser.

"Está praticamente pronto. O que tem de intervenção maior aqui é de estrutura temporária, como patrocinadores montando loja e pessoal entrando com equipamentos. O relacionamento com a Caixa nesse período foi o melhor possível e ela tem acelerado as liberações do que é obra do Governo Federal. As obras físicas estão prontas e é sempre bom lembrar que aqui tem muito mais dinheiro privado do que público", disse, citando o financiamento concedido pela Caixa para a construção do complexo.

O Parque Olímpico tem nove equipamentos como Arena Carioca 1, Arena Carioca 2, Arena Carioca 3, Velódromo, Estádio Aquático, Centro de Tênis, Arena do Futuro, Arena Rio e Parque Aquático Maria Lenk. No espaço também estão o Centro Internacional de Transmissão (IBC, na sigla em inglês), o Centro Principal de Imprensa (MPC) e um hotel. O complexo vai sediar 16 modalidades olímpicas - basquete, judô, luta olímpica, esgrima, taekwondo, ciclismo de pista, natação, polo aquático, tênis, handebol, ginástica artística, ginástica rítmica, ginástica de trampolim, saltos ornamentais e nado sincronizado - e nove paralímpicas - basquete em cadeira de rodas, bocha, rúgbi em cadeira de rodas, judô, ciclismo de pista, natação, futebol de cinco, tênis em cadeira de rodas e goalball.

"Desde a semana passada estou recebendo ministros aqui para acompanharem a evolução das obras e resolverem problemas que precisam ser resolvidos. Isso é uma demonstração de que estamos bem atentos e de que as coisas estão fluindo", comentou o ministro do Esporte. Após os Jogos Rio 2016, a Arena do Futuro será totalmente desmontada e transformada em quatro escolas municipais.

Já o Estádio Aquático se transformará em dois ginásios. Outras instalações, como Arenas Cariocas, serão destinadas ao treinamento de atletas de ponta, garantindo também o futuro do esporte nacional. A Arena Carioca 3 vai se transformar no maior Ginásio Experimental Olímpico (GEO) da cidade, que é uma escola vocacionada ao esporte e terá capacidade para mil alunos em horário integral. "Estamos entregando aquilo que a gente prometeu quando fez a candidatura e até mais.

O Brasil, assim como fez bonito na Copa, vai fazer bonito nas Olimpíadas", disse Miriam Belchior, acrescentando que a Caixa é responsável pelo financiamento de várias obras, além do trabalho com os atletas, com a criação da rede de treinamento para sustentar as federações de ginástica, luta, atletismo e todo esporte paralímpico.

Fonte: Jornal do Commercio - 15/03/2016