O gosto de ver a nova Praça Mauá

    A reabertura da Praça Mauá, no último domingo, é um feito para ser comemorar e ser lembrado todos os anos. Trata-se de uma área ampliada, ladeada por dois interessantíssimos museus, com potencial para ser um novo espaço de convivência. Sua reinauguração equipara-se, em termos de importância à cidade, ao Parque Madureira - centro de lazer que uniu o subúrbio e ganhou ainda mais visibilidade com os anéis olímpicos. A proposta da prefeitura é essa: ocupar partes da cidade, ressignificar bairros. Tanto que se pretende fechar a Rio Branco aos domingos, criando imensa área de lazer que vai da Praça Mauá ao Aterro do Flamengo, a exemplo do que ocorre na orla. É importante que se tenha cuidado com a conservação - e aí todos os cariocas têm responsabilidade - e não se deixe o espaço se deteriorar. A inauguração do Museu do Amanhã ajudará na ocupação, mas a Praça Mauá é bonita demais para ser só paisagem. Merece ser tomada, como pulsante centro de cidadania e cultura.   Fonte: O Dia - 08/09/2015