• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Mais check-up preventivo, menos taxa extra de condomínio

Mais check-up preventivo, menos taxa extra de condomínio

    Todo prédio saudável deve ter em sua agenda de obrigações as manutenções preventivas, que são bem mais baratas que as taxas extras das obras emergenciais. Para que a economia seja efetiva, as vistorias devem ser realizadas mensalmente, garantindo ações da chamada "economia inteligente"  nos condomínios. Esta alternativa de gestão quase não exige investimentos e é responsável pela redução de gastos desnecessários sem influir ou prejudicara boa qualidade de vida dos moradores. Iniciativa de maior importância para se evitar despesas com cotas extras é cumprir a autovistoria predial. Se for conduzida e bem feita, já permite ao condomínio avaliar as necessidades de reparos e programá-los de acordo com as suas prioridades. Com isso, pode-se prever e colocar os custos no orçamento anual da edificação. As inspeções prediais ajudam a diminuir gastos com manutenção em até 50% no orçamento, além de prevenir e combater incêndios, acidentes e desmoronamentos. Tudo isso melhora, a olhos vistos, também a qualidade de vida em um condomínio, além contribuir para a valorização do imóvel. A prevenção deve ser periódica para reduzir desperdícios de alguns vilões nas contas do condomínio, como luz, água e manutenção geral do imóvel. Entre essas manutenções prioritárias estão, ainda, a verificação de para-raios, bomba de água, elevadores, impermeabilização e verificação de vazamentos. Manter esse check-up em dia evita obras de grande porte e, consequentemente, grandes custos. Vistorias diárias igualmente devem ser incluídas no plano de prevenção e manutenção, com o objetivo de evitar vazamentos em tubulações e bombas de água, capazes de aumentar não apenas a conta no fim do mês, como infiltrações perigosas para a segurança do edifício como um todo. A troca das tubulações antigas de ferro por tubos de PVC também ajuda a reduzir vazamentos, reduzindo também o consumo de energia. Da forma mais abrangente possível, as vistorias também devem observar estruturas civis, instalações elétricas, de gás e de combate a incêndios. Para diminuir o desperdício na conta de água, por exemplo, é preciso ler diariamente o hidrômetro, e, em caso de alteração em relação à média diária, chamar imediatamente um bombeiro para procurar o vazamento e corrigi-lo (inclusive verificando torneiras e sanitários de todos os apartamentos). A implantação de um programa de manutenção preventiva também evitará muitos reparos emergenciais. A vistoria de uma bomba d água pode nos indicar que o rolamento está no final de sua vida útil. Se programarmos a substituição, evitaremos que o equipamento chegue a quebrar e queimar o motor, o que poderia gerar custos dez vezes maiores que a simples substituição do rolamento. Além disso, quando o rolamento já se apresenta em más condições, o consumo de energia no funcionamento da bomba d água aumenta muito. É importante lembrar que a bomba d'agua responde por cerca de 20% do consumo de energia dos condomínios verticais. Já os elevadores modernos representam economia de energia de até 40% do consumo, além do aumento de segurança. Outra medida importante, que permite economia de gastos sem investimentos, é a simples alternância do funcionamento dos elevadores, em horário de pouco movimento, que permite diminuir o consumo de energia e também o desgaste dos equipamentos, que funcionarão menos tempo. Podemos também citar o exemplo dos rolamentos dos motores dos elevadores, exatamente igual ao citado para as bombas d agua. Programação automática de horários de funcionamento de elevadores e instalação de sensores de presença são, ainda, saídas comumente adotadas. A saúde dos condomínios e os bolsos dos condôminos agradecem David Gurevitzé engenheiro mecânico e consultor de certificação do Green Building   Fonte: O Globo, Morar Bem - 08/09/2015