Imóveis populares na Baixada

  Os municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, vão receber mais 1.800 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. O investimento total é de R$ 151,7 milhões e serão beneficiadas cerca de 7.200 pessoas nas duas cidades. A principal condição para uma família adquirir imóvel, por meio do programa federal, é estar enquadrada nas faixas de renda previstas. Desta forma, é preciso ter rendimento bruto mensal de até R$ 5 mil, desde que não tenha casa própria ou financiamento em qualquer unidade da federação, ou recebido anteriormente benefícios de natureza habitacional do governo federal. A seleção dos beneficiários é de responsabilidade das prefeituras para as famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil (faixa 1). Os interessados devem se cadastrar na sede administrativa do município. Nas outras duas faixas de renda (2 e 3), a contratação é feita diretamente com a construtora com financiamento pela Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil. A faixa 2 é voltada para as famílias com ganho mensal bruto de até R$ 3.275 e a faixa 3, para rendimento total entre R$ 3.275 e R$ 5 mil. Uma das regras do contrato assinado entre os beneficiários do programa determina que o novo morador da faixa 1 não pode vender o imóvel, sem a devida quitação dos valores. Além disso, o comprador, de qualquer faixa de renda, que passar o imóvel não terá direito a novo subsidio habitacional do governo. A assinatura dos dois contratos para a Baixada Fluminense ocorreu ontem com a participação do ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi. Em Caxias, serão 900 moradias dos residenciais Bolonha, Florência e Mendonza, beneficiando cerca de 3.600 pessoas em 45 blocos de apartamentos. Os condomínios serão construídos na Av. Governador Leonel de Moura Brizola. Em Nova Iguaçu serão construídas mais 900 unidades. O investimentos  e R$67,5 milhões também beneficiará cerca de 3.600 pessoas com renda familiar de até R$ 1,6 mil. O Condomínio Parque, localizado no bairro Valverde, será composto por 15 blocos com 60 apartamentos, sendo cada de cinco andares de 12 unidades por andar.   Fonte: O Dia - 16/10-2014