Estação da Barra já aponta para o Recreio

    Enquanto o governo estuda qual projeto de metrô de metrô será tocado depois de 2016, as obras da Linha 4 começam a acenar para o futuro. Os primeiros trilhos no Jardim Oceânico já estão sendo instalados em um trecho de 350 metros, chamado de "rabicho", no final da estação terminal. Segundo o consórcio responsável pela construção, ali foi antecipada uma área estratégica de manobra para os trens, para permitir uma possível expansão da via férrea até o Recreio. A um ano do início da operação comercial entre Ipanema e Barra, previsto para Julho de 2016, O DIA visitou ontem a estação, quase pronta na parte subterrânea. O projeto é futurístico: um teto com mais de cem pontos de captação de luz natural no vão central dará o efeito de um céu estrelado para os passageiros que estiverem no mezanino. A solução arquitetônica, que valoriza a iluminação e ventilação naturais, começou a ser erguido esta semana. Na avenida Armando Lombardi, a parte superior da estação terá aparência de uma onda verde, feita em concreto, coberta por vegetação e espelhada nas laterais. A montagem do 'ecotelhado', que terá 5,70 metros de altura em relação à calçada e 12 metros de mezanino, é a última grande etapa da obra bruta no local. Toda a parte externa será revestida por um gramado florido. Os pontos de captação que darão a impressão de céu estrelado no interior da estação são círculos de variados tamanhos em material transparente, que permitem a entrada da luz. "A cobertura vegetal dos 'ecotelhados' permite uma troca de calor e umidade bem mais amena que as coberturas convencionais. A sensação de confinamento natural de construções subterrâneas é bastante amenizada. O teto elevado permite que a luz natural penetre no interior e estabeleça uma integração com o ambiente externo", explica o arquiteto Heitor Lopes de Sousa Jr., autor da ideia. Armando Lombardi ganhará novos dois retornos O rabicho evitará que a estação tenha de ser fechada para a prometida expansão até o Recreio, como aconteceu com a General Osorio para a obra da Linha 4. Apesar disso, o governador Pezão já disse que pretende construir, antes, a linha Estácio-Praça 15. Haverá três acessos à estação Jardim Oceânico. Na Av. Armando Lombardi, um ficará em frente à Unimed, no sentido Recreio, e outro, na esquita da Rua Fernando de Moraes, pista para a Zona Sul. Este já está pronto. O terceiro acesso será conectado ao terminal do BRT, com a conclusão das obras do Transoeste entre a Alvorada e o Jardim Oceânico, o que deve coincidir com a inauguração da Linha 4. A Armando Lombardi terá dois retornos novos e ponte estaiada para o metrô.   Fonte: O Dia - 01/07/2015