• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • De mansões a ilhas, os incríveis imóveis de luxo para temporada off-Rio

De mansões a ilhas, os incríveis imóveis de luxo para temporada off-Rio

O ano começa, oficialmente, amanhã. Mas para quem tem (muito) dinheiro no bolso, o período de férias está apenas começando. E o mercado de aluguel de temporada de luxo está cheio de opções tão fantásticas quanto caras em cidades como Angra dos Reis, Búzios, Petrópolis e Paraty. Já pensou em passar o carnaval numa ilha todinha só para você e seus convidados? Pois se estiver disposto a gastar R$ 15 mil por dia, você pode. A ilha em questão é a Maná, que fica a três quilômetros da costa de Angra e tem 62.500 mil metros quadrados com muito verde — da mata, onde há trilhas para caminhadas, e do mar. Na parte construída, a casa principal acomoda salas de TV e de jantar, copa, dois quartos e cozinha envolta por um deck. Tem ainda quatro bangalôs com entradas independentes, heliponto e piscina natural. E o valor inclui um barco à disposição, além de funcionários como um marinheiro, um caseiro e uma arrumadeira. Para o carnaval, a temporada na ilha é ainda mais cara: R$ 100 mil. E para a Copa do Mundo, quando o pacote é mensal, o valor dá um salto: R$ 700 mil! — O aluguel de temporada em imóveis especiais oferece um serviço menos impessoal, mais privado e mais direcionado para o que o hóspede deseja. É a primeira classe do avião na hospedagem — exemplifica Rodrigo Barbosa, da empresa Morabilidade, que trabalha com mercado de luxo. Mas quem pode pagar por isso? — No geral, estrangeiros de férias no Rio que gostam de conhecer novos lugares. E até alguns cariocas que, na falta de hotéis de luxo, preferem a exclusividade desses imóveis — conta Frederic Cockenpot, francês que dirige a Where in Rio, uma imobiliária de alto luxo, que negocia a ilha e casas em Búzios. Além é, claro, de artistas hollywoodianos a fim de uns dias escondidos e herdeiros endinheirados querendo badalação. Mas se as ilhas são certamente o crème de la crème desse mercado no Estado do Rio, não são as únicas opções. Búzios, Paraty e Petrópolis têm imóveis de altíssimo padrão sendo oferecidos para temporada, mostrando que o crescimento deste mercado no Rio acaba estimulando o de cidades próximas e despertando a atenção dos proprietários desses imóveis, que antes passavam meses fechados. — Ainda não existem tantas opções para aluguel de alto luxo disponíveis. Mas os proprietários estão despertando para essa ideia e a adesão tem crescido. O mercado está ficando aquecido — diz Cristiano Gastão, diretor de outra imobiliária de luxo, a InTown. O motivo é simples: mesmo que os donos dessas propriedades milionárias não precisem de sua renda, o aluguel ajuda a pagar a manutenção do imóvel, sempre muito cara em casos assim, e ainda é uma forma de manter o imóvel ocupado por mais tempo. — Essas casas de alto luxo são de veranistas que usam os imóveis em outras épocas, de dois a três meses por ano, e não querem que o imóvel fique vazio por muito tempo — explica Patricia Judice, diretora da Judice & Araújo. É de sua imobiliária uma casa em Araras com sete quartos com vista panorâmica para as montanhas e sala de estar com dois ambientes totalmente envidraçada, que deixa ver a paisagem mesmo de dentro de casa. Em terreno com quatro mil metros quadrados, a casa é alugada por períodos mínimos de um mês por R$ 21.600 e fica dentro de um condomínio, o que a torna atraente para quem busca segurança. Paraty também guarda algumas joias. O condomínio Laranjeiras é um dos mais procurados pelos endinheirados. Mas o Centro Histórico tem opções como uma casa com quatro suítes e piscina com diária a R$ 2 mil. E, em Búzios, os imóveis de alto luxo ficam principalmente nas praias de João Fernandes e Ferradura, onde os imóveis têm diárias médias de R$ 5 mil, com direito a salões de 200 m², vistas incríveis do mar, belos jardins e funcionários à disposição, como cozinheira e até mordomo. Fonte: Jornal O Globo - 05/01/2014