Dá para sonhar, sim!

Inscrição-Minha-Casa-Minha-Vida-Joinville-SC-2015-02

As unidades do Minha Casa, Minha Vida têm ajudado o mercado imobiliário em tempos de crise, além de continuar beneficiando famílias de baixa renda que planejam trocar o aluguel pela casa própria. No estado do Rio, serão lançados mais de 2.700 imóveis até dezembro.

Estas unidades contam com condições especiais de pagamento como taxa de juros mais acessíveis, subsídio de até R$ 26.500 e até compra sem entrada, em alguns casos. Os imóveis pelo pro¬grama custam até R$ 225 mil, e o prazo de pagamento chega a 30 anos. Já a renda familiar máxima é de R$ 6.500. A Caixa Econômica Federal vem priorizando as unidades nesta faixa de preço.

Segundo a diretora da Mdoito, Mariliza Fontes Pereira, que opera com a gestão de incorporação, estes projetos são os únicos que são vendidos neste cenário que estamos vivendo. "As empresas que não acreditavam no programa já começam a buscar informações, pois já querem atuar no segmento. Estes empreendimentos estão sustentado a construção civil", conta Mariliza.

Ela adianta que a Mdoito faz a gestão de incorporação do empreendimento Residencial Monjolos, da construtora Edificar, que terá sua segunda fase lançada na primeira semana de setembro, em São Gonçalo. "Na primeira fase do projeto, vendemos as 140 unidades rapidamente. Foi um sucesso. Agora, vamos lançar mais 80 apartamentos e já temos a previsão de uma terceira fase com 140 unidades", informa Mariliza, lembrando que as unidades serão vendidas a partir de R$ 119 mil, sem entrada e com a possibilidade de se usar Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além do subsídio.

Campo Grande terá unidades com área de lazer completa e garagem

A MRV Engenharia anuncia que vai lançar 2.500 unidades até dezembro em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. O Park Real Resort terá unidades a partir de R$ 150 mil. Empreendimento em São Gonçalo, na Região Metropolitana, também está nos planos.

"Apesar do cenário econômico desafiador, observamos que a procura pelos imóveis econômicos se manteve, fato que teve ligação com os investimentos do Minha Casa, Minha Vida, possibilitando a manutenção de condições de compra para famílias de renda a partir de R$ 1.800", explica Marcello Hannsen Drable, coordenador Comercial da MRV na Regional Rio.

Segundo ele, no Rio, 95% dos empreendimentos da construtora estão enquadrados no programa, e há uma grande procura pelos imóveis.

"Além da ótima relação custo-benefício, é interessante destacar a infraestrutura de nossos empreendimentos. O cliente pode adquirir apartamentos com acabamento de médio a alto padrão, área de lazer completa e vagas de garagem com todas as vantagens de compra do programa, além de ótimas localizações da Região Metropolitana do Rio de Janeiro", afirma Drable.

Fonte: Jornal Meia Hora - 01/09/2016