• Homepage
  • >
  • Mercado
  • >
  • Condomínio do Rio faz adaptações e poupa 90 mil litros de água por mês

Condomínio do Rio faz adaptações e poupa 90 mil litros de água por mês

  O engenheiro Hélio Breder, de 59 anos, resolveu aplicar os conhecimentos profissionais no condomínio onde é síndico em Todos os Santos, bairro da Zona Norte do Rio, para economizar água. Após diversas adaptações e a criação de uma estação de tratamento de água na garagem do prédio, Breder afirmou que economiza cerca de 90 mil litros de água por mês. Com o projeto, o edifício consegue ainda poupar mais de R$ 14 mil por ano. "A gente via uma necessidade de ter uma medida de preservação de recursos naturais. A minha formação ajudou na ideia de adaptar o condomínio porque eu tenho uma origem industrial e nas fábricas que eu trabalhei também tinham essas adaptações. Com as instalações, os resultados foram aparecendo", disse No imóvel, a água das chuvas e da piscina são reaproveitadas para a limpeza das áreas comuns e para regar plantas. O prédio também possui outras adaptações como torneiras automáticas para evitar o desperdício e o tratamento da água do "chuveirão" da piscina. Por todo o edifício é possível encontrar placas sinalizando locais onde é possível utilizar água tratada. O sindico disse ao G1 que os avisos foram necessários para evitar confusões. "Teve uma vez que um pedestre passou aqui pelo condomínio e ficou irritado com o funcionário porque ele estava desperdiçando água enquanto regava as plantas da calçada. Então para evitar qualquer problema, nós penduramos os avisos para as pessoas saberem que a água usada era do reservatório", afirmou. Atendimento grátis Outras campanhas foram lançadas pelo sindico para conscientizar os moradores do imóvel. A "Vazamento Zero de Água" e "Dicas para Economizar" pretendem mostrar que ações integradas entre condomínio e moradores podem gerar bons frutos, segundo Hélio. A primeira disponibiliza serviço grátis de reparos na tubulação dos 44 apartamentos do edifício. Já a segunda, lançada em janeiro, trata-se de avisos espalhados pelos elevadores para mostrar os benefícios de cada ação individual dos moradores. Os projetos parecem ter mobilizado os moradores do prédio. Angélica Corrêa Carvalho é uma das pessoas que começou a praticar ações para economizar água. Ela afirmou que a campanha "Dicas para Economizar" chamou sua atenção e algumas práticas foram adotadas na sua residência. "Na nossa casa, alteramos a rotina do banho. Acumulamos a água fria durante o processo de aquecimento da mesma, depois armazenamos em baldes para aproveitar em descargas, aguar as plantas e na limpeza da casa em geral. Já nas áreas de cozinha e serviço, passamos a usar a máquina de lavar roupas somente em sua capacidade máxima e também acumular louças para serem lavadas todas juntas", afirmou Angélica. Projetos como coleta seletiva do lixo e redução do consumo de energia também foram implantados no prédio com o objetivo de tornar o ambiente sustentável.   Fonte: G1 - 31/03/2015