Com a cara do dono!

com-a-cara-do-dono

Cada vez mais, os imóveis comprados na planta ficam personalizados, ou seja, do jeitinho que o dono sonha. Isso porque o mercado oferece a flexibilização de plantas e kits de acabamento, como o revestimento em porcelanato, que permitem valorizam a casa nova.

Estas iniciativas evitam a quebradeira assim que o comprador recebe as chaves do imóvel e problemas com a contratação da mão de obra, além de ter que dispor de tempo e dinheiro para acompanhar a maratona. Entre as opções estão as ampliações de ambientes e até mesmo a criação da cozinha americana, que integra sala e cozinha. As possibilidades permitem que o casal que não quer ter filhos, por exemplo, e compra unidade de três quartos possa ampliar algum cômodo.

Outra mudança muito solicitada é a sala ligada com a varanda para tornar o espaço ainda mais amplo. São diversas opções que têm que ser resolvidas no ato da compra. Segundo especialistas, o procedimento é assim para que o comprador não perca o prazo para fazer as alterações, pois essas permissões ocorrem durante a construção do empreendimento e seguem um cronograma.

No quesito kits de acabamento, o processo é o mesmo. E as empresas oferecem diversas possibilidades que podem ser pagas durante a obra. Outra vantagem é que a mão de obra será a mesma que já trabalha na construção do condomínio. "Os kits de acabamento são uma comodidade e tanto para os clientes e influenciam na hora da compra. Com o mercado mais maduro, a tendência é de que as construtoras invistam numa customização maior", explica Mario Amorim, diretor-geral da Brasil Brokers no Rio.

Comprador pode parcelar valor do serviço durante a obra

O gestor comercial da MRV no Rio, Sandro Perin, ressalta que há uma boa economia quando os compradores optam pelos kits oferecidos pela construtora. Além disso, também não haverá perda de garantia caso recebam as chaves e troquem o piso em seguida, por exemplo.

A MRV oferece três modelos de kits que incluem opções de porcelanato, bancada, que pode ser de granito, e metais, como torneiras e maçanetas. Ele lembra que o azulejo também poderá ser modificado. "Estas alterações representam de 15% a 20% em nossos empreendimentos", diz Perin, lembrando que o comprador pode parcelar o valor do serviço durante a obra.

Já a Even tem o sistema Excluseven, que permite que o cliente faça as escolhas de acabamento e planta sem sair de casa. O serviço é realizado durante a obra. Há ainda orientação de arquitetos, mas neste caso para o empreendimento UP Norte, no Cachambi.

Fonte: Jornal Meia Hora - 29/09/2016