Câncer no ovário

O câncer no ovário é a doença feminina que possui a taxa de sobrevivência mais baixa, estima-se que apenas 45% das mulheres têm reais chances de sobreviver por até cinco anos. Isso ocorre devido ao diagnóstico tardio, levando em consideração que essa doença é mais comum em mulheres a partir de 55 anos que já passaram pela menopausa.

Fatores de risco:

- Mulheres acima de 55 anos, que estão ou já tenha passado pela menopausa;
- Antecedentes familiares;
- Não uso de anticoncepcional. Mulheres que nunca tomaram a pílula, que iniciaram o período menstrual muito cedo ou tiveram endometriose têm mais chances de desenvolver câncer de ovário.

Sintomas:

O câncer de ovário muitas vezes é confundido com doenças gastrointestinais. Os sintomas mais frequentes são:

- Inchaço abdominal contínuo;
- Dor pélvica, abdominal e nas costas;
- Dificuldade de ingerir comida;
- Necessidade frequente de urinar;
- Hemorragias;
- Ciclo menstrual desregulado.

Prevenção e Tratamento:

A utilização da pílula anticoncepcional diminui em até 30% a chance de a mulher ter câncer no ovário;
Operação para retirar as trompas de Falópio em casa de suspeitas;