Nossa História

A CRIAÇÃO DO CRECI-RJ

A regulamentação da profissão de corretor de imóveis se deu a partir da luta do movimento dos sete primeiros sindicatos existentes no país: Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás, Paraná e Pernambuco. Os sindicatos passaram a promover medidas no sentido de se estabelecer a regulamentação legal da profissão. A categoria estava crescendo e precisava ser normatizada.

Antes da criação do Creci-RJ, o Sindimóveis Rio era a principal representação da categoria. Para exercer a corretagem de imóveis, o profissional precisava ser filiado ao sindicato. Naquela época, o trabalho do corretor de imóveis era basicamente pessoal e as empresas que existiam eram de pequeno porte. A relação se dava pela confiança e pela honestidade. A exclusividade era item certo nas transações imobiliárias, o que transmitia segurança aos proprietários e compradores.

O artigo 9º da Lei 4.116/62, que regulamentou pela primeira vez a profissão de corretor de imóveis no Brasil, dizia: “A fiscalização do exercício da profissão de Corretor de Imóveis será feita pelo Conselho Federal e pelos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis, que ficam criados por esta lei”. Estavam criados, em 27 de agosto de 1962, o Conselho Federal (Cofeci) e os Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis (Creci’s).

No mesmo dia em que ocorreu a primeira reunião do Conselho Federal de Corretores de Imóveis foram criados os Conselhos Regionais dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás, Paraná e Pernambuco.

Os primeiros passos do Creci-RJ tiveram grande ajuda do Sindimóveis Rio, que inclusive cedeu umas de suas salas para que o Conselho tivesse sua primeira sede, localizada na Avenida Rio Branco, esquina com Sete de Setembro.

A criação do Sistema Cofeci-Creci’s representou a autorregulamentação da profissão em nosso País e serviu também para mostrar à sociedade uma profissão legalizada e organizada. O surgimento do Conselho significou ainda uma evolução, um crescimento da categoria.

A denominação das regiões levou em consideração a fundação dos sindicatos. Por ter o primeiro sindicato da profissão do Brasil, o Creci-RJ foi denominado de 1ª Região (o Conselho foi extinto e recriado em 1975, com a fusão do antigo Estado da Guanabara com o Rio de Janeiro).

O Creci-RJ teve sua primeira diretoria composta por Sinval de Oliveira, Carlos Vieira de Barros Leite, José Sílvio Magalhães, Miguel José Guerra, Waldemar Donato, Carlos Mac Dowel da Costa, José Henrique de Aquino e Albuquerque, Nathan Berman, Rosa Filler e Gastão de Seixas Maciel.

A profissão de corretor de imóveis se consolidou com o crescimento do Creci-RJ. Se na época da fundação do Conselho existiam aproximadamente 600 corretores, atualmente, em todo o Estado do Rio de Janeiro, a categoria reúne mais de 60 mil profissionais.